Evolução do reporte digital de informação
para a Autoridade Tributária

reporte Autoridade Tributária

Reporte digital e Autoridade Tributária

Podemos tomar como ponto de partida o porquê da evolução do envio da informação na forma de reporte digital, ou seja, desmaterializada, para a Autoridade Tributária.

O IVA é um dos impostos que representa maior arrecadação para as Autoridades Tributárias, nomeadamente, para a AT Portuguesa. Em 2012, época de uma enorme crise no mercado Português, houve um conjunto de medidas e iniciativas que visavam esta comunicação de forma desmaterializada para a AT, de forma a que a mesma pudesse auditar de forma massiva, conseguisse reduzir custos operacionais e aumentar a sua receita em termos deste imposto direto.

Portanto, este caminho começou em 2008 com a adoção pela AT Portuguesa do SAF-T. Ainda depois em 2013 quando se deu inicio à comunicação mensal das faturas através do E-Fatura. Entretanto o SAF-T começou a ter uma evolução em termos de estrutura e de tipo de informação que seria reportada, inclusive passaram a ser incluídos os documentos de conferência e dos recibos. Daí surgiu o reporte digital.

O tema mais recente é a comunicação anual do SAF-T de contabilidade para o pré-preenchimento da IES. Leia mais informação a nova IES aqui: https://abaco.consulting/blog/a-nova-ies/

reporte Autoridade Tributária

Gostou deste artigo? Partilhe-o com a sua rede de contactos!

Juntos, iremos solucionar os desafios da sua empresa!

    Posts relacionados

    Deixe um comentário

    This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.